Consultoria em projetos de Streaming

consultoria em projetos de streaming

Em tempos em que o mercado e os consumidores mudam em ritmo acelerado, solucionar problemas de forma rápida e inovar nos serviços através de consultorias nunca foi tão importante como agora.

Isso sem falar, é claro, da vantagem econômica em se contratar uma consultoria de qualidade, que permite uma solução ágil e eficaz para projetos que a empresa não possuí conhecimento técnico para executar por conta própria.

Mas o que é uma consultoria de qualidade?

Basicamente, uma consultoria de qualidade é aquela que foca nos  resultados reais. Afinal, apesar da consultoria ser interessante por inúmeras razões – como análise externa, suporte técnico e orçamento flexível – no final são os resultados que justificam o investimento.

Por isso, é importante levar em consideração alguns critérios importantes no momento de escolher uma empresa de consultoria, como por exemplo:

  • Experiência no mercado;

  • Portfólio de clientes;

  • Autoridade no assunto que presta serviço;

  • Qualidade do atendimento.

Avaliar esses pontos pode não garantir diretamente o ROI (return over investment) da consultoria, mas sem dúvida serve como um ótimo “filtro” para evitar empresas de má qualidade.

Quando contratar uma consultoria para projetos de streaming?

Obviamente, a contratação de uma consultoria vai variar de acordo com a necessidade pontual de cada empresa.

Para projetos de streaming e transmissão ao vivo, por exemplo, contar com o auxílio de uma empresa de consultoria pode não só garantir a qualidade da transmissão e do evento em geral, mas também reduzir custos significativos decorrentes de falhas técnicas, utilização inadequada de equipamentos, logística ou mesmo desistências de participantes valiosos.

Empresas especializadas nos serviços de streaming e transmissão ao vivo possuem o domínio tecnológico necessário para garantir a qualidade absoluta na transmissão dos mais variados tipos de  evento, cuidando desde o link com a internet até a sonorização adequada do ambiente.

Em outras palavras, se a empresa não é especializada nessa área,  contratar uma boa consultoria de streaming, transmissões ao vivo e montagem de estruturas pode ser muito mais vantajoso do que oferecer uma transmissão de qualidade medíocre.

Mas além dos critérios citados no início, na hora de contratar uma consultoria de streaming também é importante levar em consideração os diferenciais de cada empresa que oferece esse tipo de serviço.

Empresas como a Nucleo Media, por exemplo, possuem a capacidade técnica para cuidar de todas as etapas de uma transmissão ao vivo, desde a logística dos equipamentos e suporte técnico até a edição final do vídeo.

Contar com serviços diferenciados de uma consultoria também permite uma customização efetiva de todo o processo, que pode se ajustar exatamente ao perfil e formato do seu evento.

Por outro lado, outras empresas podem oferecer o suporte técnico sem a logística, ou apenas os equipamentos sem o suporte técnico. Saber avaliar esses diferenciais é fundamental na hora de fazer a escolha.

Consultoria Especializada sim!

Um grande projeto requer uma grande responsabilidade e ninguém quer correr o risco de estragá-lo gerando prejuízos irreversíveis ao negócio, por isso empresas que necessitam de projetos de streaming para transmitir eventos, devem sempre considerar a contratação de uma consultoria especializada.

Além de garantir a qualidade da transmissão, principalmente se esta for ao vivo, a experiência técnica e capacidade de logística de serviços deste tipo permitem uma redução significativa dos gastos com transporte, mão de obra e falhas técnicas que podem, literalmente, destruir a boa reputação de qualquer empresa.

Ainda não sabe como a sua empresa pode se beneficiar com o streaming? Veja o nosso artigo sobre cinco maneiras de usar o streaming no seu negócio e entenda porque este é um serviço que cresce tanto no Brasil.

7 dicas de montagem de estrutura para uma transmissão ao vivo

7 dias estrutura streaming

Hoje em dia, qualquer pessoa pode ter um canal e ali disseminar suas ideias. Com a velocidade das conexões, a transmissão ao vivo pela internet se tornou uma realidade com grandes eventos como shows sendo exibidos exclusivamente on-line. Como a internet é democrática, a transmissão ao vivo não é algo exclusivo de grandes empresas. Abaixo daremos f

Tenha um cronograma de atividades e um roteiro para a transmissão ao vivo

Ter um cronograma de atividades é essencial para quem deseja fazer uma transmissão ao vivo. Nele, você poderá colocar todas as especificidades da transmissão, possíveis problemas que podem acontecer, equipamentos necessários, horários e o roteiro. O roteiro, por exemplo, te ajudará a ditar o ritmo, saber onde começar e terminar. Considere-o como primeiro item quando pensar em transmissão ao vivo.

Faça uma pré-produção

Por se tratar de uma transmissão ao vivo, todo cuidado é pouco. Dias antes faça uma pré-produção, teste equipamentos, delegue as tarefas para a equipe, faça um ensaio do que será apresentado, veja se falta algo importante para que a transmissão seja um sucesso.

Tenha os itens essenciais para a transmissão

Câmera de vídeo

Você precisa de uma câmera de vídeo de boa qualidade, uma que grave pelo menos com qualidade HD — ou 720p. O ideal é FullHD. Hoje em dia, as câmeras digitais e até mesmo as de celulares e tablets já oferecem qualidade suficiente para uma boa imagem. Considere o uso de um tripé para as imagens não saírem tremidas.

Microfone

É preciso se preocupar também com a captura de áudio. Não recomendamos o uso do microfone embutido nos aparelhos, fica aqui a sugestão de um microfone avulso, daqueles que você conecta ao aparelho.

Placa de Captura

Caso a sua câmera não seja capaz de receber microfones externos diretamente, você precisará de uma placa de captura. O que a placa faz é unir o sinal de áudio e o de vídeo e enviar os dois juntos para o programa de edição do seu computador.

Mesa de corte de vídeo

Várias câmeras já estão ligadas ao seu computador e você precisa escolher qual imagem será exibida para o público. Bom, como uma mesa de som é algo grande e caro, fica a sugestão de uma mesa de corte virtual. Ela oferece tudo o que você precisa (caso uma tela touch esteja disponível, considere o trabalho mais fácil). Procure pelo Vidblaster e TriCaster TCXD300.

Formato do arquivo

O arquivo bruto gravado pelas câmeras é muito grande e pesado, entra aqui o trabalho do encode, um compactador de vídeo — o responsável pelas imagens de alta qualidade serem transmitidas pela internet utilizando pouca banda. Sugerimos o uso do Adobe Flash Live Media Encoder, uma ferramenta gratuita que te ajudará a enviar a imagem pronta para o servidor.

Fique atento ao servidor de transmissão

Aqui você precisa escolher onde o seu vídeo será exibido. É importante pesquisar empresas tradicionais no mercado, que garantam a qualidade do que você precisa. O servidor aguentará transmitir para 100 pessoas? E para 10.000? Isso precisa ser levado em consideração. Problemas como o travamento podem ocorrer e isso culminar no abandono da transmissão por parte dos internautas.

Tenha uma boa internet

Dizem por aí é que é possível fazer transmissão ao vivo através de uma conexão 3G, mas como estamos focando em qualidade, vamos ignorar essa sugestão. Aqui será necessário, de forma mínima, um link com 2 MB de upload. As chances de o vídeo cair no meio da transmissão são reduzidas drasticamente.

Faça a divulgação

Tudo está pronto, agora é hora de procurar as suas redes (Facebook, Twitter, LinkedIn, etc.) e anunciar a sua transmissão ao vivo. Não se esqueça de estar presente, respondendo a possíveis dúvidas das pessoas.

Esteja preparado para os problemas

Você deve estar preparado para os imprevistos e deixar sua equipe ciente disso. Tenha um plano para caso a conexão caia, um número maior de espectadores (que o servidor não suporta), algum problema com o apresentador, entre outros. Por isso, saiba o que fazer e como fazer, aqui voltamos a ressaltar a importância do planejamento.

Gostou das sugestões sobre transmissão ao vivo? Assine a nossa newsletter e tenha sempre no seu e-mail dicas sobre comunicação digital e web.

Saiba como fazer um webinar de sucesso

webinars como fazer

Você provavelmente já ouviu falar e pode até já ter participado de um webinar, ou seja, um seminário on-line. Geralmente estes eventos são transmitidos ao vivo pela internet e isso pode assustar quem está planejando organizar um seminário desse tipo. Por isso, no artigo de hoje reunimos algumas dicas de como fazer um webinar de sucesso, confira!

Defina o tema

Esse tipo de seminário é uma ótima forma de criar uma reputação para sua empresa, gerando autoridade e atraindo consumidores e leads, mas serão as necessidades da sua empresa que determinarão o tema do webinar. Esse é o primeiro passo a ser dado. É preciso fazer uma boa avaliação e relacionar o que sua empresa precisa com o que o seu público-alvo está interessado, e que tipo de resultado esse webinar pode gerar para sua marca.

Convide palestrantes com respaldo no assunto escolhido

Se você não se sente à vontade para tocar no assunto que foi escolhido como tema, ou simplesmente julga que não tem autoridade suficiente no assunto, é importante convidar palestrantes que o tenham. Faça o contato com antecedência e tenha uma boa data e horário em mente. Pesquise se a data escolhida é relevante e se não tem nenhum evento muito importante nessa data, caso contrário, seu webinar pode ser um fracasso de audiência.

Promova seu webinar

Seu webinar provavelmente será um imenso fracasso se a promoção for pouca ou malfeita. Se sua empresa já obteve uma boa base de leads, você pode enviar alguns e-mails convidando esses possíveis consumidores, por exemplo. As redes sociais também são uma ótima maneira de propagar esse tipo de evento, devido ao alto grau de compartilhamento de informações, que esse tipo de mídia permite.

Anúncios pagos também podem ser uma ótima alternativa de propaganda, como o Google AdWords. E, é claro, seu próprio site pode ser a melhor maneira, caso já tenha uma marca conhecida. Alguns banners e links em posts são uma ótima forma de se conseguir consumidores para o seu webinar.

É importante também manter algum tipo de página em seu canal ou website para que o público possa se registrar no evento. Essa é uma ótima oportunidade para se gerar leads, uma vez que o e-mail dos inscritos será registrado. Não se esqueça também de colocar as informações necessárias sobre o evento, como a data e o tema, e de manter uma monitoração constante de quantos leads já foram convertidos, analisando se é preciso reforçar os canais de divulgação.

Tenha uma boa infraestrutura

Tão importante quanto a qualidade do conteúdo é a qualidade da parte técnica. As câmeras precisam dar conta do recado, assim como a iluminação, o áudio, e o canal de comunicação entre os espectadores e os palestrantes. Um webinar com má qualidade técnica está fadado ao fracasso.

Interaja com os participantes

Quando finalmente seu webinar for iniciado, é importante sempre interagir com os participantes, seja com comentários ou com a resposta das perguntas que surgirem. Nunca deixe de dar atenção ao público. Eles poderiam estar simplesmente vendo um vídeo sobre o assunto, mas se eles estão participando do webinar, é porque eles querem interação.

Recomendamos ter ao menos uma pessoa na função de mediadora dessa conversa entre palestrante e público. Ao final da apresentação, seja educado e sempre agradeça a atenção de todos os participantes, principalmente, daqueles que participaram ativamente fazendo perguntas e comentários relevantes. Não se esqueça de também dar as informações finais, como onde o webinar estará disponível para acesso posterior.

Dê um bom tratamento “pós-venda”

Caso não tenha conseguido responder todas as dúvidas deixadas durante a transmissão, responda após, para que dessa forma todos os participantes sejam respondidos. Você pode também fazer algum tipo de pesquisa visando saber o feedback do público em relação ao webinar. Dessa forma você saberá quais pontos melhorar quando for organizar o próximo evento.

Se você gostou dessas dicas sobre como fazer um webinar de sucesso, você precisa ler esse post: 5 maneiras de usar o streaming no seu negócio. Boa leitura!

Descubra a importância da qualidade do áudio em uma transmissão

qualidade audio transmi

É preciso admitir que na hora do planejamento de um vídeo, nos preocupamos muito com a iluminação, posição da câmera, além do que, durante a gravação, já ficamos pensando nas formas de editar o conteúdo final. Quando isso acontece, é no momento do primeiro play que surge o problema: o áudio ficou ruim.

As vozes estão chiando, no fundo é possível ouvir carros passando, gato e cachorro fazendo algazarra e em um caso ou outro, até cochichos da própria equipe de gravação. O áudio foi ignorado. Como mandar um vídeo desses para o ar?

Sim, difícil. Saber controlar o áudio de uma gravação é importantíssimo para o resultado final. Seja um podcast, webinar, videoconferências via hangout, vlogs. A seguir, você entenderá a importância de uma boa captação de áudio para as suas transmissões.

Como deve ser feita a captação?

A primeira coisa é saber exatamente o que você pretende gravar. Vamos começar do básico: caso seja uma videoconferência, basta tentar controlar o ambiente em que você se encontra da melhor forma possível. Pense em fechar a janela (mesmo se não houver barulho naquele momento) e desligar outras fontes de ruído — muitas pessoas não se atentam que algo como o vento de um ventilador pode atrapalhar o áudio. Utilizar um bom microfone ou headset é essencial, se for um com conexão USB, melhor ainda.

Se a transmissão for de algo maior como um webinar, é necessário investir mais em microfones. As câmeras DSLR (aquelas câmeras fotográficas profissionais), além de serem capazes de capazes de gravar vídeo de ótima qualidade, possuem entrada para microfones externos, o que melhora — e muito — a qualidade do áudio. Considere essa opção se estiver de acordo com o seu projeto. Caso mais pessoas estejam envolvidas, bons microfones de lapela são os mais indicados.

Como melhorar a qualidade de áudio?

Falar bem é importante

Você não precisa ser um ator ou apresentador profissional para que a sua voz soe bem em uma transmissão de áudio. Faça alguns exercícios vocais, converse. Dê e provoque algumas risadas. Isso ajuda a sua voz sair mais natural no momento da gravação.

Dominar o conteúdo

Saiba bem o que você dirá, seja objetivo. Quando o conteúdo está na ponta da língua, evitam-se longas pausas entre uma fala e outra, o que pode ser inconveniente em uma transmissão ao vivo.

Fazer testes antes da gravação

É bom testar antes de fazer algo importante, não é mesmo? Imagine gravar 60 minutos e depois descobrir que o áudio ficou ruim? Para evitar esse tipo de situação, dedique algum tempo para testar o áudio. Veja se o volume está bom, se a captação do microfone está clara.

Qual a importância da qualidade do áudio?

O áudio é tão importante quanto à imagem, pois ele transmitirá o que não aparece nas imagens do vídeo através da fala. A qualidade dele é essencial para que o conteúdo seja entendido e não gere dúvidas quanto ao seu teor.

Como dito acima, de nada adianta focar no vídeo se no final das contas o seu público conseguir apenas ver e não ouvir. Sem um áudio de qualidade, sua transmissão corre o risco de ser deixada pelo espectador, o que pode gerar uma imagem negativa da sua empresa. Além disso, o áudio valoriza o conteúdo e motiva o espectador a buscar por mais conteúdo transmitido por você.

Agora que você já sabe a importância da qualidade do áudio, não deixe de assinar a nossa newsletter e receber mais dicas sobre transmissão, vídeo e muito mais!

5 maneiras de usar o streaming no seu negócio

streaming

O streaming possibilita a transmissão instantânea e o acompanhamento ao vivo de dados de vídeo e áudio em rede, sem a necessidade da realização de downloads de conteúdo. Para fazer uso dessa tecnologia, além de uma boa conexão com a internet, é necessário um servidor de streaming, um software ou aplicativo especializado e equipamentos como microfones e fones, computadores, smartphones e tablets.

A tecnologia streaming já existe desde o início dos anos 1990, mas vem ganhando força nos últimos anos à medida que a capacidade de banda vem sendo ampliada em todo o mundo. Trazendo uma série de benefícios para usuários comuns e também para as empresas, você também pode utilizá-la no seu negócio. Para saber de quais formas, confira nosso post de hoje!

Potencialize sua comunicação interna com o Streaming

Reuniões entre departamentos e filiais, comunicação com vendedores que estão em campo… Uma série de processos comunicacionais internos podem ser feitos por meio de videoconferência, utilizando ferramentas como o Google Hangouts ou aplicativos como o Periscope, além de softwares que a própria empresa pode desenvolver ou adquirir para essa finalidade.

As maiores vantagens de usar o streaming na comunicação interna são mais mobilidade para as equipes, diminuição dos custos com telefonia celular e melhor colaboratividade por meio de demonstrações do andamento de projetos, entre outras.

Promova treinamentos para colaboradores, parceiros e clientes

Se você está lançando um novo produto e ele exige que seus clientes, colaboradores ou parceiros de negócios (fornecedores, revendedores etc.) sejam treinados, sabe o quanto isso pode ser caro e trabalhoso. Que tal fazer esses treinamentos online e ao vivo? Assim, ao passo que diminui os gastos, você ainda pode esclarecer dúvidas em tempo hábil e diminuir o tempo entre a capacitação e o início das vendas.

Os recursos da tecnologia streaming podem ser utilizados para vários tipos de treinamentos, desde que sejam bem planejados e executados.

Recrute colaboradores sem precisar trazê-los até a empresa

O RH também pode se beneficiar do streaming — boa parte do processo de seleção de candidatos, por exemplo, pode ser feita via aplicações de videoconferência. Assim, apenas os candidatos pré selecionados na primeira triagem serão chamados para entrevistas pessoais com gestores, o que diminui custos e otimiza o tempo de todos os envolvidos.

Faça vendas para clientes que estão distantes

Com a tecnologia streaming, os limites do escritório são quebrados. Não é necessário trazer o cliente até a empresa ou se deslocar até onde ele está para fazer uma apresentação comercial e fechar um negócio. Você pode marcar uma reunião virtual com seus prospects e estreitar o relacionamento por meio da transmissão e do recebimento das imagens em tempo real.

Os benefícios incluem ganho de tempo — que está cada vez mais escasso no seu cotidiano e no do cliente —, redução de custos com deslocamentos e encurtamento do funil de venda. Além disso, há um ganho de imagem, pois o cliente passa a ver sua empresa como inovadora, como um negócio que utiliza a tecnologia para vencer desafios e prestar o melhor atendimento.

Eleve a reputação da sua marca com ações de marketing

Cada vez mais, as empresas estão entendendo o poder do ambiente digital para alcançar seu público-alvo e potencializar seu ganho de mercado. Com a tecnologia streaming, é possível criar eventos online — webinars, por exemplo — ou transmitir os eventos em que a empresa é patrocinadora ou promotora e, assim, levar conhecimento e conteúdo útil para seus clientes, prospects e formadores de opinião.

Com isso, você amplia o alcance dos seus eventos a um número muito maior de pessoas, além de demonstrar o quanto a marca é inovadora e como se beneficia da comunicação na web. O ideal é que as pessoas façam um cadastro rápido para obter acesso à transmissão, para que você tenha dados de contato para nutrir leads (se relacionar com seu público).

Também é importante que seus eventos online sejam interativos, ou seja, que as pessoas possam participar enviando comentários e perguntas e compartilhando nas redes sociais, por exemplo.

Viu como o streaming pode ser usado de diversas maneiras? Ele chegou para ficar e trará muitos benefícios ao seu negócio! Tem outras dúvidas ou sugestões sobre o assunto? Deixe seu comentário e entre para a conversa!

5 Tabus sobre Transmissão On-line

5

A transmissão de conteúdos na internet é cercada de tabus. Um dos principais pontos levantados por quem quer iniciar sua participação nesse universo são as dificuldades técnicas a serem enfrentadas.  É muito importante que sua transmissão chegue ao seu público-alvo com qualidade e estabilidade, mas isso não precisa ser uma tarefa árdua. Vamos lá. Listamos os 5 principais tabus para quem quer iniciar um streaming.

1- Captação de imagens.

Com o avanço da tecnologia não é mais necessário comprar ou alugar câmeras profissionais que custam o olho da cara. Diversos modelos de smartphones possuem câmeras com alta definição, chegando até ao 4K (4 vezes maior que a resolução do Full HD). Isso facilitou o processo de captação de imagens. Caso não queira usar um smartphone é possível alugar equipamentos de boa qualidade por um preço bem acessível. Se o seu evento é maior e necessita de múltiplas câmeras é interessante investir em uma mesa de cortes e um profissional capacitado para operação, contratando uma solução completa.

2- Sem luz, não tem câmera e ação.

Você já tem um bom equipamento de captação de imagens, mas e a luz?

Não da para contar sempre com um belo dia de sol ou um ambiente que receba iluminação natural para sua transmissão. As lâmpadas convencionais também não suprem de forma correta sua necessidade. É preciso investir no aluguel ou compra de refletores que iluminem de forma homogênea a cena, eliminando sombras, contornos duros e deixando esteticamente agradável a experiência do seu usuário.

3- Alô, alô, lembre-se do áudio.

Tratado por muitos como apenas mais um item no conjunto, o áudio na verdade é primordial para uma transmissão. Imagine ver perfeitamente seu professor em um curso online, mas não conseguir entender o que está sendo dito. Embaraçoso, não é? É importante equalizar e monitorar o áudio através de uma mesa de som. Isso garante, por exemplo, que o áudio não fique alto demais e distorcido com uma banda tocando e nem muito baixo com uma fala em uma peça teatral.

4- Internet é essencial para Transmissão on-line

Ainda com os significativos avanços na velocidade média da internet o Brasil está longe de ter boas taxas de navegação comparado a países como China, Japão e Israel. Mais especificadamente precisamos de uma boa taxa de upload para garantir a qualidade de uma transmissão, por isso é importante contratar um bom plano com a sua operadora e fazer sempre os testes de velocidade e estabilidade da rede. Se disponível na sua região dê preferencia para pacotes com fibra óptica que conduz a internet de forma mais estável através de sinais de luz.

5- Plataforma de transmissão.

Quando o assunto é a plataforma de streaming, não tem jeito, é preciso contratar uma solução que garanta o gerenciamento completo da sua transmissão, sem falhas.As melhores do mercado oferecem opções de interatividade com quem assiste, é possível, por exemplo, criar enquetes, interagir com redes sociais ou mesmo exibir uma apresentação de slides, tudo em tempo real e sem sair da plataforma.

Já é possível também mensurar a audiência e quem é o público que está assistindo, ampliando suas estratégias e aumentando sua monetização. Afinal, você investiu e quer o retorno do seu investimento. Correto?

Agora que você já solucionou os 5 principais tabus para o seu streaming, não tem desculpa, é hora de por em prática os projetos da sua empresa e fazer a diferença.